Archive for março, 2010

O Artesão

Desde o momento em que acordou, teve certeza de que receberia uma mensagem… e das intensas. Não se trataria de um mero sinal comum, daqueles seus para si mesmo, ou de apenas mera leitura e interpretação própria. Há dias já sabia que havia um Irmão por perto, e ja havia sido informado em sonho, que seria este que serviria de janela para mais uma de suas iniciações.
Seu dia parecia ter tonalidades diferentes, como se tudo estivesse num momento de concentração e preparo para alguma cerimonia importante.
No trabalho, não conseguiu vender muitos dos seus trabalhos artesanais, mas sentia que seu lucro maior não viria dali. Recebeu um telefonema de sua companheira marcando encontro na praia, proximo a sua residencia. Recolheu seu expositor e dirigiu-se para o local combinado.
Avistou de longe sua esposa, acompahada de uma figura conhecida… era seu vizinho, um rapaz mais jovem, com quem tinha poucas conversas, mas sempre agradaveis. Cumprimentou-o e recebeu um sorriso e um olhar que parecia emitir palavras de tão profundo e expressivo: “Também estava a sua procura.”
O rapaz encheu-se de um sentimento de surpesa, pois nunca havia pensado que seu vizinho, que sempre esteve tão perto, era também um Irmão e que seria ele o mensageiro esperado.
A surpresa transformou-se em uma pequena euforia, depois que caiu em si de que tantas outras vezes foi surpreendido no caminho, e de que estava prestes a avançar mais uma etapa.
Depois de um beijo em sua esposa, e de algumas conversas triviais, o som do mar, pareceu-lhe aumentar de volume e neste mesmo momento, o rapaz inicia a cantoria de uma música já conhecida: “Agora vamos ter os girassóis do fim do ano e o calor vem desumano…”.
Fechou seus olhos e conseguiu compreender a mensagem que tanto esperava. A simbologia dos girassóis na linguagem daqueles iniciados que adquiriram a visão, e de um tal milagreiro que desperta rumores há bastante tempo. Agradeceu em seu interior tão indescritível sensaçãoe regozijou-se pelo fato de sua “loucura” deixar de este nome para ele mesmo.
Beijou sua esposa e olhando-a nos olhos disse-lhe:
– Sinto em deixar tua companhia, que muitas vezes me foi imprescindível, mas preciso viajar.
– Mas, para onde vais? E o que vais bucar? Por que tão repentina decisão? – perguntou-lhe a companheira.
– Preciso encontrar-me com outros girassóis e se não saio agora, não osecontrarei e nem ao nosso sol milagreiro, Mas o porquê da minha ida não cabe a você e nem mesmo a mim, pois perguntei-me o mesmo mas a resposta se encontra no meu objetivo. Fale e converse comigo, mesmo a distância. O que pensarás não passar da voz da loucura em teu pensamento, nada mais é do que as minhas respostas a ti.
Pegou seu material de trabalho que ainda estava em sua mochila junto com seu expositor e seguiu… em alguma direção.

Anúncios

Arte, espero-te!!

Meu coração, e minha alma pulsam com grande vontade de expor o que meu espírito e toda sua sensibilidade captam e percebem dessa vida tão cheia de incertezas.
Falar das coisas que vemos e pensamos já é, pois, dificíl tarefa, se não nos há capacidade suficiente para articular e organizar bem palavras e idéias. Mais ainda árduo, é falar das nossas sensações e sentimentos, que são percebidos exclusivamente pelo âmago de nosso ser, aquela parte que exauri sensibilidade por tudo que o rodeia. Talvez pra isso tenha sido criada a arte, para que a comunicação seja de forma direta, de interior a interior. Sem o uso de palavras ou outros instrumetos que possam vir a poluir o mais puro e sublimo êxtase, capaz de ser sentido somente por nossos espíritos.
A arte então, torna-se a ponte entre as essências dos seres humanos e a forma mais eficaz de demonstrarmos o que acontece com as vidas de nossos universos internos… e… se não me engano, alguém já disse que é lá que habita os céus.
Espero pacientemente, que a arte, assim como a tecnologia, tenha seus momentos de avanço, fazendo com que o limiar que separa os nossos universos torne-se cada vaz mais sutil, para que possamos enfim compreender e vivenciar o infinito!!
Arte, espero-te!!